Por Ford

"Have you never harrowed yourself halfway to - disorder - with that  single word? Why."

- Thomas Pynchon - "V."

 

Parte da esquerda europeia rendeu-se à "preguiça conservadora": deixou de questionar; prefere a ordem anestesiada da falta do uso do "porquê".

 

Num momento em que as 85 pessoas mais ricas do mundo têm mais dinheiro do que a metade da população mundial (3,5 mil milhões de pessoas) - e a tendência é que a desigualdade aumente - a esquerda não só não toma posição para reduzir a desigualdade como consegue ainda apoiar a redução dos impostos sobre as empresas. 

 

Mas se não teremos a desordem institucional causada pelo "porquê", iremos ter a desordem causada pelo desespero, porque, como se costuma dizer agora, este caminho é insustentável.

 

publicado por CRG às 13:41 | link do post | comentar