Gaydar sagrado

Igreja analisa "grau" de homossexualidade para anular casamentos. No entanto, ao contrário do que o Daniel escreve, isto comprova que a Igreja Católica sente o pulsar da sua congregação, em especial da comunidade gay.

 

Ora, parece-me que se não existissem graus nunca seriam utilizadas expressões como "ele é tão gay" ou ainda "ui, ela? Ela é completamente gay".

 

A única questão que se coloca é saber quão fiável é o gaydar sagrado, mas aqui vai uma sugestão:

 

 

tags:
publicado por CRG às 15:50 | link do post | comentar