Censos

Os censos levam-me de volta aos primeiros dias de aulas, quando nos eram apresentadas umas fichas sócio-económicas para preencher: papel de má qualidade, sem espaço suficiente para incluir a informação solicitada. E no começo de todas as aulas, todos os anos, era aquilo. Porque é que não se limitava o preenchimento a uma ficha e depois tiravam fotocópias e distribuíam pelos vários professores de cada disciplina, é algo que nunca entendi.

 

E se naquela altura não gostava de perder tempo a preencher a mesma informação vezes sem conta, não gosto igualmente de perder agora tempo com os censos. Sobretudo porque não auguro qualquer efeito positivo, não vislumbro que da colecção dos inúmeros dados resulte em medidas concretas, medidas políticas que tentem transformar a sociedade que agora se analisa.

 

Na verdade, caso fosse esse o objectivo claro destes censos não se tentava mascarar falsos recibos verdes, transformando-o em termos estatísticos em simples trabalhadores por conta de outrem.  

tags:
publicado por CRG às 14:31 | link do post | comentar