Porque nós somos dois e '4 olhos' nos parecia um nome pouco atractivo...


Se toda esta iniciativa do outro olhar deste blog chegar a bom porto e se conseguirmos escrever regularmente sobre temas que interessem a mais outras duas pessoas acho que terá sido uma boa experiência ou, pelo menos, tentativa de experiência.

Eu, que sou o olhar convidado, tenho tempo de sobra. Ideias de génio é que já não me sobram, por isso a falta de conteúdo dever-se-á à peguiça ou ao facto de só pensar e querer escrever sobre assuntos que não interessam a ninguém, nem sequer a mim. E que, contudo, me fazem sentir curiosa.

Tentamos ter um reunião sobre a política editorial que deveriamos adoptar e nem sequer acordámos qual o primeiro tema a tratar, o pontapé de saída. Se eu fosse machista dizia que a bola estava do lado dele... Tão pouco sabemos se os respectivios olhares serão assim tão diferentes. Somos duas pessoas, e isto não é um projecto de alguém com transtorno dissociativo de personalidade, mas nem sei dizer até que ponto os olhares serão assim tão diferentes; não são iguais mas cruzam-se e sobrepõem-se muitas vezes.  Também não acredito que dizer que um olhar é feminino e outro é masculino ajude, uma vez que nos tempos que correm essas barreiras já não limitam ou definem o que quer que seja, fruto dos tempos e das vontades.

E eu, como sempre tive mais jeito para responder do que para sugerir ou perguntar, fico a aguardar o seguinte post para ter oportunidade de contrariar e provocar...
publicado por ainquietudedesofia às 11:54 | link do post | comentar