Gostar do Porto: sem Gaia era impossível.

A ribeira de Gaia está sempre cheia de turistas. E não é à toa. É vê-los irem às caves beber o nosso vinho, com a desculpa de ser uma visita cultural, para depois sentarem-se nas esplanadas do cais de Gaia enquanto bebem finos, (super bock claro está). Eles ficam horas lá sentados e a razão está simples de se ver: o Porto. Só passeando pela ribeira de Gaia, ou mesmo mais lá em cima no jardim do morro, é que se percebe a dimensão e beleza da cidade. Pronto, hoje deu-me para isto. Fui almoçar ao cais de Gaia com o Zé, o futuro não quarto colaborador deste blog, e gastámos bem mais do que dois olhares para o Porto.

 

tags: ,
publicado por JSP às 16:34 | link do post | comentar