Por outro lado...

Nunca fui bom com decisões, não que seja bom em alguma coisa, mas nisto sou péssimo. Até nas situações mais comezinhas. Peso os prós e contras, penso no que perco e no que ganho com cada lado que escolher. Se ao menos houvesse o caminho menos percorrido de Frost ou se me apontassem um para afirmar que não irei por aí.
Não! São todos equivalentes e, porque gostava de ter o melhor dos dois mundos, deixo a inércia escolher por mim. Não é que esteja arrependido, até porque a inércia tem sido boa conselheira. Porém, penso em como seria se agarrasse a vida pelos cornos!
Mas a escolha é impossível. Como poderei decidir vivendo uma só vez? Haverá a opção certa ou errada?
Alguém sabe?

 
publicado por CRG às 01:10 | link do post | comentar