Sexta-feira, 30.09.11

Baixa-Chiado PT Blue Station

Ao ler que a PT vai patrocionar a estação de metro Baixa-Chiado, lembrei-me de Infinite Jest: o Estado para angariar dinheiro vendia o nome dos anos, desta forma, em vez de 2004 ou 2005 teriamos o ano do whopper ou o ano da barra Dove. 

 

A beleza da grande literatura, uma vez que consegue destilar, melhor do que qualquer outra coisa, a alma humana, é conseguir ser um portal para o futuro.

 

Os apoiantes desta medida dirão que não há qualquer mal neste negócio, porquanto servirár para financiar uma empresa pública com um enorme buraco financeiro.

 

A verdadeira questão é que as coisas actualmente deixaram de ter um determinado valor para ter apenas um preço. E quanto assim é onde será traçado o limite? Porque não vender o nome das ruas ou dos monumentos? A Torre Viagra dos Clérigos ou o Padrão dos Descobrimentos com Google?

publicado por CRG às 11:30 | link do post | comentar
Quinta-feira, 29.09.11

Vitinho Pereira é hora de acordar!

tags:
publicado por CRG às 10:47 | link do post | comentar
Quarta-feira, 28.09.11

Crise (parte 1)

Porventura uma das citações utilizadas mais vezes erroneamente será a de Marx "a religião é o ópio do povo". Recuando e lendo apenas a frase anterior percebe-se com uma maior clareza o seu contexto: "A religião é o suspiro da criatura oprimida, o coração de um mundo sem coração e a alma das condições desalmadas. É o ópio do povo".

 

Marx não considera a religião como algo pernicioso, mas sim um analgésico que alivia a dor causada por um mundo injusto, atenuando as amarguras e privações quotidinas com a esperança numa eternidade passada no mundo celestial.

 

Desta forma, a sua crítica não passa pela religião per si mas sim pelo amolecimento e perca de urgência que esta provoca à luta terrena por melhores condições, por uma sociedade mais equalitária e justa.

 

A sociedade de hoje é mais laica e, apesar de tudo, menos desigual que a de meados do XIX. No entanto, os "opiácios" continuam a existir, mais diversificados (vida dos famosos ou futebol) mas continuam.

tags:
publicado por CRG às 15:38 | link do post | comentar
Terça-feira, 27.09.11

Na crista da onda

Numa altura de grave crise económica e social, desemprego e inflação elevada, e queda dos salários reais ouvir a Ministra do Ambiente afirmar que o preço da água vai aumentar para evitar desperdício só pode ser uma piada de muito mau gosto.

tags:
publicado por CRG às 23:26 | link do post | comentar
Quarta-feira, 21.09.11

It's the end of the world

R.E.M. anunciam separação

 

 

 

 

 

 

 

tags: ,
publicado por CRG às 19:20 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 20.09.11

Conselho para Passos lidar com Jardim

tags:
publicado por CRG às 10:55 | link do post | comentar
Quarta-feira, 14.09.11

Gaydar sagrado

Igreja analisa "grau" de homossexualidade para anular casamentos. No entanto, ao contrário do que o Daniel escreve, isto comprova que a Igreja Católica sente o pulsar da sua congregação, em especial da comunidade gay.

 

Ora, parece-me que se não existissem graus nunca seriam utilizadas expressões como "ele é tão gay" ou ainda "ui, ela? Ela é completamente gay".

 

A única questão que se coloca é saber quão fiável é o gaydar sagrado, mas aqui vai uma sugestão:

 

 

tags:
publicado por CRG às 15:50 | link do post | comentar

Babyshambles...não confundir com o David Fonseca

tags:
publicado por CRG às 11:25 | link do post | comentar
Terça-feira, 13.09.11

A POP está de luto.

Pop art pioneer Richard Hamilton dies aged 89.

publicado por JSP às 16:27 | link do post | comentar
Sábado, 10.09.11

Acordo.

Não tenho escrito aqui no dois olhares, mas estou de volta. E aproveito para dizer que os meus próximos posts vão ser escritos ao abrigo do novo acordo ortográfico. E agora vou dormir que já são 19h.

publicado por JSP às 18:58 | link do post | comentar

A reaccionarice anda aí.

Através do António Ribeiro Ferreira o Jornal i publicou duas pérolas:

 

Aqui e aqui.

 

Que falta faz um jornal de esquerda.

 

 

 

publicado por JSP às 18:51 | link do post | comentar
Quarta-feira, 07.09.11

Das experiment

 

"Das Experiment" é um (bom) filme alemão, com passagem pelo Fantasporto, baseada numa experiência científica real conhecida como "A experiência de Stanford". Em ambas as "experiências" uma série de voluntários são escolhidos aleatoriamente para representar o papel de guardas prisionais e de prisioneiros.

 

Aos guardas prisionais, devidamente equipados com bastões e fardas, são dadas instruções simples: fazer cumprir, com ampla arbitrariedade, as regras de funcionamento da prisão (como por exemplo obrigar os prisioneiros a comerem as refeições todas); e nunca recorrer a qualquer tipo de violência física.

 

Rapidamente perde-se o controlo, os guardas prisionais, embriagados pelo seu poder e de forma a fazerem cumprir as regras, usam métodos cada vez mais cruéis e humilhantes: retiram aos prisioneiros os seus colchões e roupa, fecham-nos em solitária...

 

A noção de experiência dissipa-se, os voluntários encarnam os seus papeis: a experiência torna-se realidade.

 

Será possível concluir que o poder e o sentido de dever imposto por uma autoridade externa sobrepõem-se à análise casuística e à própria personalidade individual. Os fins, vistos como necessários e indispensáveis, legitimam qualquer meio usado para a sua execução, incrementando um zelo que não era expectável. Os que praticam estes actos não se consideram responsáveis, mas tão só cumpridores de uma obrigação.

 

Não será complicado recolher exemplos em variados graus deste comportamento ao longo da história da humanidade, a vontade do actual Governo ir além da Troika é apenas um deles.

publicado por CRG às 15:46 | link do post | comentar
Terça-feira, 06.09.11

Antes de tomarem posição sobre a privatização da Saúde vejam este vídeo...

publicado por CRG às 10:42 | link do post | comentar
Segunda-feira, 05.09.11

Setembro

O início do ano corresponder ao primeiro de Janeiro faz tanto sentido como afirmar que 2012 será o fim da crise (Passos Coelho dixit). Custa-me reconhecer qualquer alteração significativa entre 31 de Dezembro e 1 de Janeiro: continua frio, o trabalho é o mesmo; e se não fosse a alteração, apreendida a custo, de um dígito no final da indicação da data nem me aperceberia de que o ano tinha mudado.

 

No entanto, nem sempre foi assim, em diversas civilizações, entre as quais a romana, o ano começava em Março, o início da Primavera.

 

Actualmente, porém, defendo que o ano devia começar em Setembro: fim do Verão, fim das férias, um novo fôlego, início da temporada futebolística ou pelo menos fim do mercado de transferências, do ano escolar, das novas séries de TV, os dias começam a ficar mais frios.

 

Isto sim, são verdadeiras mudanças!

tags: ,
publicado por CRG às 13:01 | link do post | comentar
Sexta-feira, 02.09.11

Águas de Setembro fechando o Verão

publicado por CRG às 10:23 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

posts recentes

últ. comentários

  • Ups, as minhas desculpas :)
  • sem leitores o tanas
  • só posso assinar por baixo do que escreveu!!! Beij...

arquivos

tags

links

subscrever feeds

blogs SAPO

Statcounter

Posts mais comentados