Não me apetece nada pessoal

"...

 

A mudança não está para acontecer, já aconteceu, mostra Don Tapscott, no livro "Grown up Digital" sobre a geração "pós-baby boomers", que se define por ter sido a primeira a crescer na era digital e que agora tem no máximo 32 anos e no mínimo 11. Porque em todo o mundo a geração digital, "a primeira verdadeiramente global", "já está no mercado de trabalho, em todos os nichos da sociedade". "Está a trazer ao mundo o seu músculo demográfico, a sua agilidade nos media, o seu poder de compra e político, novos modelos de colaboração e familiares, empresariais" - e muitos deles envolveram-se na política pela primeira vez com a campanha presidencial de Barack Obama.

 

Basicamente, o futuro vai depender desta geração e, segundo Tapscott, ela define-se por oito características: os seus elementos "prezam a liberdade e a liberdade de escolha. Querem personalizar as coisas, torná-las deles. São colaboradores naturais, que gostam de uma conversa, não de conferências. Vão escrutiná-lo e à sua empresa. Insistem na integridade. Querem divertir-se, mesmo no trabalho e na escola. A velocidade é normal. A inovação faz parte da vida".

 

                                                                                                                                                     ..."

 

in Ipsilon

 

publicado por ainquietudedesofia às 18:52 | link do post | comentar