Nobel da Paz

 

Não há prémio, galardão ou mera listagem dos melhores ou piores que não provoque discussão, repúdio ou a simples desconsideração. O grau destas reacções são proporcionais à importância dos prémios. E por isso não deixa de ser natural que os Nobeis e Óscares estejam sujeitos a uma maior critica que, por exemplo, os globos de ouro da Sic.

 

Apesar disso concordo com as criticas à entrega do Nobel da Paz à União Europeia. Numa altura em que a acção e omissão da União Europeia estão a originar fome, miséria e divisões ao arrepio dos seus ideais fundadores e quando é um espaço político com cada vez menos democracia, chegando o Presidente da Comissão Europeia, o inefável Durão Barroso, a avisar a Itália que as eleições não podem comprometer reformas (sic) não é possível retirar outra conclusão que não a de que o Mundo está em muitos maus lençóis.

publicado por CRG às 15:28 | link do post | comentar