Stevie

No dia 2 de Junho, Stevie Wonder vai actuar no festival Rock in Rio. Já não bastava perder o Boss agora também não vou ver o Stevie (trocadilho não intencional), felizmente bilhetes para os Ornatos já cá cantam.

 

Provavelmente Stevie Wonder é, dos grandes, o artista mais injustamente criticado pela minha geração. A culpa é da "I just called...". Durante anos a opinião que tinha sobre ele decorria daquela música, o que será tão redutor como qualificar os Beatles com base na Obladi Oblada.

 

Felizmente depois percebi que nos anos 80 o bom gosto, por ser um bem escasso, foi na sua totalidade afecto aos que nasceram nessa década, deixando muito pouco, quase nenhum, bom gosto para outros fins, pelo que fui descobrir a sua oevre.

 

O seu "período clássico" deixou-me estupefacto: ele não era só um génio (tocava praticamente todos os instrumentos nos albuns) como eu, sem saber, conhecia grande parte das suas músicas, utilizadas como samplers ou em simples covers.

His father works some days for fourteen hours 
And you can bet he barely makes a dollar 
His mother goes to scrub the floor for many 
And you'd best believe she hardly gets a penny 
Living just enough, just enough for the city...yeah

 

publicado por CRG às 10:00 | link do post | comentar