Construção

Agonizou no meio do passeio público
Morreu na contramão atrapalhando o tráfego

"Construção" - Chico Buarque

 

"Levantou-se às cinco da manhã, entrou às 6h e, ao final da manhã, caiu de um andaime vítima de um ataque cardíaco. No estaleiro gerou-se o pânico e o responsável logo chegou para tratar do assunto, noticiou a imprensa. Só que o patrão, em vez de pedir socorro, chamou dois funcionários para ajudarem a transportar o homem para um camião. Depois de uma viagem de duas horas abandonaram o corpo numa ruela deserta de um parque de Bruxelas. De regresso ao trabalho, retomaram a obra."

 

 

Depois de um soco no estômago olha-se em volta, procuram-se culpados: a crise, a ausência de valores, o individualismo. Sim, sim na origem estão estes tempos desumanizados que vivemos. Mas espera: Bélgica...hum...terra de Leopoldo II, o monarca que matou e escravizou milhões de pessoas no seu quintal privado de Africa.

 

Quais tempora quais mores, a forma de actuar nunca mudou, em todos os tempos há sacanas, há ganância...

publicado por CRG às 15:50 | link do post | comentar